3 de março de 2007

Festa da Febra





Pois as visitas à Mata (Mata de Palhacana) são sempre uma euforia. Por acaso, desta vez dormiu-se uma bela sesta no colo da mãe, com os "guardas" Valter e Rafael (na foto a brincar com os carrinhos) de dedo espetado à frente da boca a impôr silêncio a quem entrava, não fosse o anjinho acordar! O Valter, atencioso, até saía de casa para ir tossir :)
Antes porém, foi um passear de colo em colo, a descobrir atenta, as vozes e os sorrisos a que ainda está pouco habituada. Com a sessão de tourada como música de fundo, como podemos ver numa das fotos (acreditem que é verdade!), como diz a minha prima Sofia, foi uma autêntica "Festa da Febra"!

2 comentários:

perola&granito disse...

fotos lindas

helena disse...

Fotos lindas, adorei recordar... Nasci na Calçada, moro em Torres Vedras há muitos anos, mas a minha ascendência paterna ou seja a minha avó "Lena" do "Caracol" nasceu no lugar da Mata de Palhacana, localidade onde em criança me deslocava com frequência,com ela, a casa de familiares, tia Margarida, tio Guilherme e mulher tia Adelaide e primos; a Lena do António da Cruz,a Maria Augusta, sua irmã, Judite, Quitéria Cila e ti "Licas" mãe e avó da Luisa da Paula e da Sofia das "fotos" e para minha pena já não se encontram entre nós. O nome da minha avó era Helena da Silva, filha de António Guilherme da Silva e de Maria Augusta, ele era conhecido pelo "Caracol" e era bisavó e trisavó também da Paula, Luisa e Sofia.